quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Sobre um feriado de aborrecimentos....

É meninas, como podem ver pelo título do post, o meu feriado não foi dos melhores...Só tive ânimo mesmo para postar as minhas 10 000 visitas, que me fizeram muito feliz! É bom saber que gostam do meu cantinho e da minh história. Mas então...
Nem tudo foi alegria no meu feriado...
Bem, domingo foi niver do namorado da minha tia e da minha prima Mariana. Seria também o niver do meu tio-avô que faleceu no ano passado. Não si se vcs se lembram. Então foi um dia de lembrança e de saudade também...Mas apesar da saudade, tentei me divertir nos aniversários. E assim foi! Durante o dia fiquei no aniversário do Geraldo. Estava bastante animado. Eu e o marido estávamos muito bem! Felizes, nos curtindo, como eu adoro!!! Depois à noite fomos para o niver da minha prima. Bem, devo confessar que já tinha bebido todas..hahahaha! Ou seja estava meio altinha, mas estava tudo bem! Minha irmã e meu digníssimo marido tinham combinado de ir à final do samba do Porto da Pedra (uma escola de samba daqui do Rio e perto da minha casa) e embora eu não estivesse muito animada para ir, disse que ia, afinal na segunda era feriado!
Aí, minha irmã desistiu de ir ao samba. Eu como já estava para lá de Bagdá acabei aceitando ir só com o meu marido, que ficou insitindo para ir e também já estava para lá de Bagdá..rs...
Daí que fomos para a porta da quadra, eu já estava vendo tudo rodando, a cerva estava começando a fazer efeito...rs...e o final da história é bem previsivel....rsrs...passei mal pra caramba, chamei Raul na rua....eita...vexame total....hehehehe...e o marido mesmo em condições ruins cuidou de mim. Me deu Coca-Cola, me deu banho e me colocou para dormir! E assim acabou-se o domingo, que eu nem vi terminar...
Resultado de tudo isso, foi uma ressaca braba na segunda....
O combinado com o marido para o feriado é que ele ia na casa da mãe dele pela manhã, eu reclamei um pouco por que queria curtir ele um pouco. Afinal, quem não espera ansiosa por um feriadinho para curtir juntinho do maridão? Mas, entendi e até me propus a ir também para a casa da sogra, mas as minhas condições não permitiam. Eu precisava de cama, tomar um remédio e melhorar da minha dor de cabeça. Passei a manhã toda vomitando e não tinha força para nada. Aí vem aquelas promessas de “nunca mais eu vou beber” rsrs... O marido, saiu às 10h da manhã de casa. Foi na casa da mãe dele, ver o afilhado e dar o presente do dia da crianças. Daí que ele me liga às 15h dizendo que estava saindo da casa da mãe e que ia sair rapidinho com um amigo. Perguntou se eu estava melhor e se eu ia na casa da minha mãe. A resposta foi não para as duas perguntas. Comecei a ficar irritada..Putz, até ele ir na casa da mãe tudo bem, agora passar o feriado todo longe de mim e o pior, eu passando mal pra KCT? Independente da minha resposta ele ainda assim foi sair com o amigo...O resumo da história é que ele me ligou de novo às 19h, dizendo que já estava chegando...eu já estava pra lá de p.... e resumindo ele chegou simplesmente às 22h, como cheiro de cerva e cigarro e com a cara mais deslavada do mundo, perguntando se estava tudo bem....Sem direito a resposta né...eu simplesmente não tinha força para responder, por que a minha vontade era de voar nele, de tanta raiva que eu estava.
O que mais me irrita, é a cara de que eu não fiz nada demais, eu te falei aonde eu estava...
Aí, chegou, tomou banho, jantou e deitou para dormir, sem falar nada...aí eu não agüentei... Comecei a falar e não parei mais. Perguntei a ele se ele achava certo o que ele fez, de me deixar o feriado inteiro sozinha....e mais uma série de coisas que estavam engasgadas....
Sabe meninas, foi a primeira vez que me arrependi de ter casado...sabe quando vc pensa, eu sabia que tudo isso ia acontecer e por viver naquela fantasia de noiva, naquele conto de fadas de que tudo vai ser perfeito para sempre? Eu nunca tive essa ilusão, sou muito pé no chão e sei enfrentar as dificuldades, mas preciso de alguém comigo para isso.
Como eu disse para ele (e não foi a primeira vez) parece que ele não estava preparado para o casamento. Eu não cobro NADA dele. Só tenho feito o melhor de mim, para justamente agradá-lo e ser uma boa esposa, mas eu não estou sendo correspondida e estou imensamente triste com isso.
O nosso relacionamento sempre foi de altos e baixos, momentos que estamos muitooo bem e momentos que eu tenho vontade de jogar tudo para o alto. Mas juro, que pensei que depois do casamento isso ia mudar...eu juro que pensei...
Eu amo esse homem mais que tudo, como nunca pensei que fosse amar e nunca pensei que fosse me dedicar a alguém e ao casamento como tenho feito para ele.
Só espero que eu não esteja exagerando nos meus questionamentos e nas minhas cobranças.
Conversamos pouco por que eu não queria ouvir, afinal ele não tinha nada que justificasse mais uma falta dele. E aí vem as promessas de que vou mudar, de que não vou fazer mais e de que não sei o que está acontecendo comigo...
Ainda não estamos bem, não vou ceder por enquanto....Não estou falando com ele direito e é horrível estar na mesma casa e não estar falando com a pessoa...mas vai ser assim por enquanto, até eu digerir toda essa história....
Amanhã eu volto e falo mais um pouco....Precisava desabafar, ontem eu ainda estava tão chateada que nem consegui postar nada. Mas amanhã eu volto...
Desculpem, pelo post enorme...eu estava precisando....
Bjks,

6 comentários:

Karla disse...

Laiza não fique assim mas vc tem toda razão. Ele tinha q ficar c vc mas enfim casamento tem altos e baixo como vc falou e eu vou estar rezando pra vcs voltarem as boas logo viu:)
Um beijo e se cuida!

Karla

Juh** disse...

Olha flor, vc esta certa em cobrar dele estar com vc, no seu caso eu teria rodado a baiana! Tenta conversar e expor q vc ta sentindo, e fale claramente q vc não esta feliz com essas atitudes.
To torcendo pra q vcs fiquem bem viu.
Ps: Cerveja faz um maaaal!!!!
Se cuida
Bjus

Muriele Binow disse...

Flor, casamento é assim mesmo.....já passei por isso é ruim de mais, mais não brigue tente conversar, bjos!

disse...

A conversa é sempre a melhor opção, mesmo que pareça ser repetitiva. As vezes, o melhor é esperar a cabeça esfriar pra conversar. Beijocas

Karlinha disse...

Oi Laiza, minha querida!
É muito complicada essa situação, concordo com as meninas quando falam que a melhor coisa a se fazer é conversar. Mas dê um tempinho pra que você não precise falar coisas de que vá se arrepender depois. Palavras lançadas não têm como voltar atrás.
Sabe Laiza, hoje eu tenho a certeza de que casamento não muda uma pessoa. Se casamos achando que depois melhora, é complicado. Por mais que a pessoa se mostre transparente, namore há anos, é no dia a dia que as nossas verdadeiras diferenças surgem e com mais força ainda. Por isso precisamos fazer o possível para aceitarmos a pessoa que está conosco do jeito que ela é realmente. Precisamos ver o marido REAL, e não o marido IDEAL.
É isso que eu tenho feito comigo e com o maridão. Se ele faz alguma coisa que não gosto, eu refleto se ele já era dessa forma antes de casar. Penso bastante antes de falar qualquer coisa.
Eu não sou uma pessoa calma, sou explosiva por demais, mas graças a Deus tenho conseguido pensar antes de falar qualquer coisa. Estou conseguindo controlar os meus impulsos e isso tem ajudado muito.
Minha querida, sei que o que eu vou falar parece ser meio sem noção, mas procure não reclamar. Sei que é difícílimo, mas se eu consegui você consegue também... rsrs

Eu gosto muito de você e vou estar pedindo a Deus que abençoe vocês.
É minha amiga, casamento é complicado, né? Mas tem seu lado bom também!
Beijinhos e fique com Jesus!

Tati disse...

aH lAIZA NÃO ESQUENTA NÃO ISSO É COISA D EHOMEM MESMO, MEU NOIVO FAZIA MUITO ISSO COMIGO RSS DEPOIS DE EU TER FEITO ISSO COM ELE ELE PAROU QUANDO ELE QUER SAIR E FICAR O dia todo fora ja arrumo logo algo pra fazer rsss